9 dicas para quem quer escolher o imóvel ideal

23 de maio de 2017

Business concept isolated on white

Nos últimos anos, o brasileiro tem conseguido chegar mais perto do sonho da casa própria. De acordo com os resultados de um estudo realizado pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), entre os anos de 2012 e 2013, aumentou em 5,7% o número de domicílios em aquisição no Brasil.

Se você perguntar a cada um dos que adquiriram um imóvel no país e para os que ainda desejam adquirir qual é o imóvel ideal, as respostas serão variadas. Casa, apartamento, novo, usado, perto do trabalho, perto da escola dos filhos, com varanda, sem varanda, grande, pequeno, um andar, dois andares, com garagem coberta e com espaço para animais domésticos, entre várias outras possibilidades, vão marcar presença na lista de itens a serem considerados na hora de escolher o imóvel perfeito.

Mas afinal, o que levar em consideração para a escolha do imóvel? Confira algumas dicas para fazer a escolha certa!

9 dicas para quem quer escolher o imóvel ideal

1 – Faça uma boa avaliação

Ao visitar o imóvel avalie-o com cautela. Peça a planta e confira as dimensões de cada cômodo, pensando sempre em como tudo ficaria com a sua decoração e de acordo com as suas necessidades. Ao se decidir por um imóvel, faça uma visita técnica com um engenheiro ou arquiteto para procurar problemas e não deixe de conferir a movimentação ao redor, a temperatura e a iluminação do imóvel durante todos os turnos.

2 – Guarde algumas informações

Fotografe e registre as principais informações dos imóveis entre os quais vai se decidir para depois ficar mais fácil fazer a escolha final.

3 – Preocupe-se com a metragem

Considere a área do imóvel e não apenas o número de cômodos, pois é a área total que vai determinar futuras reformas e adaptações que você possa fazer. Se for um apartamento, confira se algumas paredes podem ser derrubadas ou não.

4 – Avalie a localização

Estude a região do imóvel, observando segurança, comércio próximo, tempo de deslocamento à região central e ao seu trabalho. Simule idas e vindas ao local antes de se decidir.

5 – Considere a possibilidade de valorização

É importante avaliar se a região onde você pretende adquirir o imóvel tem perspectivas de valorização ou de desvalorização. Isso pode ajudar você a decidir se está fazendo ou não um bom negócio.

6 – Tenha em mente o seu planejamento familiar

Considere se o imóvel vai comportar você e sua família em alguns anos. Se vai ser ideal para você, para os pais durante a velhice (se for um apartamento tem elevador?) ou para os filhos durante a infância (tem áreas de lazer próximas?).

7 – Respeite o seu orçamento

O melhor imóvel é sempre aquele que você pode pagar sem se endividar. Nunca se esqueça disso.

8 – Confira se está tudo regularizado

Confira junto à prefeitura da cidade e órgãos de defesa do consumidor se o imóvel tem todos os documentos necessários para ser vendido.

9 – Aposte em estabilidade

Tente optar por bairros mais antigos e bem estabilizados, pois bairros novos, além de não terem alguns serviços básicos, podem com o tempo trazerem novos vizinhos complicadores, como bares, igrejas ou casas noturnas, que acabam comprometendo o silêncio e a circulação de pessoas.

Você tem mais alguma dica essencial para a escolha do melhor imóvel? Entre em contato para trocarmos ideias!

 

Ir ao topo