Como fazer o planejamento de compra de um imóvel

23 de maio de 2017

compra-imovel-

Um imóvel é um dos bens mais caros que alguém costuma comprar durante a vida. E o sonho de ter a casa própria acompanha grande parte das pessoas por muitos anos. No entanto, as economias mensais para a compra do imóvel próprio não acompanham a maior parte das pessoas durante o mesmo tempo em que o sonho para ter uma casa ou o apartamento é alimentado.

O resultado é que muitas pessoas acabam comprando o imóvel por impulso ou pela emoção e acabam se endividando. Então, o sonho da casa própria se torna um pesadelo. Para fugir do caminho das dívidas, o segredo é planejar, estudar e executar com tempo e segurança esta compra.

Conferir algumas dicas para fazer o planejamento da compra de um imóvel e ficar mais perto do que é preciso para realizar o sonho da casa própria.

Quanto economizar

De acordo com a Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, se você vai financiar um imóvel – escolha da maioria dos compradores -, o ideal é você ter guardado cerca de um terço do valor do imóvel para dar entrada. Dessa forma, fica mais fácil pagar o restante em uma média de doze anos, o que vai tanto aproximar o valor da mensalidade do financiamento do valor que você pagaria mensalmente de aluguel quanto evitar que ao final você tenha pago o equivalente a dois ou três imóveis ao invés de um.

Quanto da renda comprometer

A prestação de um imóvel nunca deve ultrapassar 30% da renda do consumidor. Mas não basta fazer apenas essa conta; é preciso somar todas as contas que você costuma pagar mensalmente mais o valor que vai investir no financiamento e ainda restar 10% da renda para emergências.

Qual o tamanho do imóvel ideal?

Faça uma avaliação e um planejamento familiar e considere se pretende ter filhos (ou mais filhos), se quer ou não ter animais de estimação, plantas e pense no tamanho ideal de casa para o futuro da sua família.

Segure a emoção

Um imóvel, em geral, é o bem da vida de uma pessoa. Por isso, muitas emoções e sonhos estão envolvidos com a compra.
Mas busque sempre racionalizar e não compre o que você não poderá pagar. Avalie suas finanças com cuidado para não se endividar ou até perder o imóvel por não conseguir quitar as prestações.

Procure a melhor taxa de juros

As taxas de juros em um financiamento variam muito de banco para banco. Por isso, estude as taxas mensais, anuais e os descontos por antecipação de parcelas.

Reserve dinheiro para as taxas

Não é só o valor do financiamento que deve ser planejado e economizado. Há ainda o pagamento de taxas para tomar posse do imóvel, como imposto de transmissão de bens, pago à prefeitura da cidade quando se compra imóveis usados; o registro do imóvel, cobrado pelo tabelionato de notas; e a escritura pública, paga ao cartório. Em conjunto, esses valores giram em torno de 4% do valor total do imóvel.

Pronto para morar ou na planta

Se você comprar um apartamento na planta, há a possibilidade de se planejar para o pagamento das prestações à construtora antes do financiamento bancário, que só ocorre com a entrega das chaves. Pagando à construtora, as prestações são corrigidas pelo Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) e o valor pago na mensalmente vai ser abatido do valor total do imóvel, fazendo que com que você financie menos. Para quem pode esperar ou ainda não tem o valor da entrada para comprar um imóvel pronto, essa pode ser uma boa opção, mas também merece ser estudada a fundo.

Como economizar

Faça uma poupança para guardar mensalmente o dinheiro que você pretende juntar para dar a entrada no imóvel (um terço do valor total) e tenha disciplina para não gastá-lo.

Como você se planeja comprar o imóvel desejado? Compartilhe as suas dicas para adquirir a casa ou o apartamento dos sonhos!

Ir ao topo