Como planejar a mudança para um imóvel novo?

21 de maio de 2017

Está tudo certo. Você adquiriu ou alugou um novo apartamento e chegou a hora da mudança. Agora começa a dor de cabeça para encontrar uma boa empresa de frete por um preço justo e com excelente qualidade, certo? Nem tão certo, se você deixar de tomar algumas precauções e não planejar a mudança com o mesmo cuidado com o qual planejou a compra ou a locação do imóvel!

Veja, a seguir, algumas dicas que podem tornar a mudança para um imóvel novo bem mais leve do que o usual:

Antecipe-se na escolha do frete

Quase tudo que é adquirido de última hora pode não oferecer a qualidade esperada, pois a pressa – lembra? – é inimiga da perfeição. Não podia ser diferente com a contratação de uma empresa transportadora para fazer a mudança.

O ideal é iniciar a escolha da empresa que prestará o serviço no mínimo uma semana antes da data estipulada para as mudanças na mesma cidade e com no mínimo 20 de antecedência para mudanças mais distantes, pois assim você você minimiza os imprevistos e tem tempo de avaliar.

Para isso, vale solicitar ajuda dos amigos que fizeram mudanças recentemente ou conversar com colegas de trabalho que possam fazer indicações. Hoje, com as redes sociais, é até mais fácil solicitar este tipo de indicação.

Escolha estrategicamente a data para economizar dinheiro

Os preços cobrados pelas empresas transportadoras podem variar conforme os dias da semana e até os horários. Em São Paulo, por exemplo, algumas empresas cobram até 10% menos quando as mudanças são agendas para as segundas-feira ou em horários em que o trânsito está mais calmo.

Da mesma forma, devido às férias escolares (janeiro, fevereiro e julho), como muitas famílias agendam mudanças, a tendência é que os serviços de frete fiquem mais caros. Daí a importância de escolher a data de uma forma antecipada e estratégica.

Inspecione o contrato criteriosamente

Uma das grandes preocupações durante uma mudança é com a quebra de objetos ou acidentes durante o percurso. Verifique no contrato de prestação de serviço proposto pela empresa quais são as responsabilidades dela em caso de incidentes.

Caso você perceba que não há muito comprometimento da parte do prestador de serviço para com a segurança dos seus móveis, peça alterações ou parta para a prospecção de uma nova empresa. É sempre bom contar com o pior neste tipo de contratação, daí a importância de estudar bem as cláusulas do contrato para evitar surpresas mais tarde.

Leve itens menores e de alto valor agregado com você (ou amarre bem as responsabilidades do prestador de serviço em contrato)

Jóias, pequenas obras de arte, objetos pequenos de grande valor ou muito sensíveis… Prefira levar estes itens no seu carro, ou então solicite que a empresa se comprometa contratualmente com a segurança deles.

Para mudanças de percursos longos, você também pode solicitar que a transportadora faça o carregamento em um carro exclusivo. Por mais que isso saia mais caro, pode evitar extravios ou avarias.

Preste atenção nos dias e horários permitidos para sua mudança

Tanto no trânsito da cidade quanto no condomínio para onde você está se mudando, existem regras para circulação de veículos grandes e horários pré-definidos. Uma boa transportadora se atentará para as leis municipais de trânsito, mas os horários do condomínio são de sua responsabilidade.

Para evitar multas ou evitar que o condomínio não receba sua mudança, cheque isso com antecedência para agendar o melhor dia e horário.

Que tal? Gostou destas dicas? Tem mais algumas dúvida a respeito? Deixe um comentário!

Ir ao topo